Pesquisar no site

Webnode

Relato de um acidente do trabalho

21/10/2011 09:50

 

Relato de um acidente do trabalho

 

Era uma sexta feira, por volta de 17:50 horas, quando o meu telefone tocou e era um cliente desesperado com um acidente em sua empresa, perguntei a ele o que havia acontecido e então fui informado que neste acidente um funcionário que estava manuseando um maquina portátil cortou a perna  e o corte fez com que ficasse o membro inferior lado esquerdo acima da rotula do joelho 90% aberto contuso. Analisando o acidente houve uma arvore de falhas e convido você a analisar comigo; Qual foi o equipamento? Uma serra circular portátil. O equipamento estava em condições de uso? Não, a serra por sua vez estava sem a proteção obrigatória. O funcionário tinha treinamento para manusear a maquina? Sim, o mesmo era um carpinteiro. Como aconteceu o acidente? O funcionário estava agachado cortando uma madeira, quando a mesma fechou o corte e travou a rotação do disco levando conseqüentemente a maquina dar um tranco e  vindo a cortar a sua perna. O empregador sabia que a máquina estava sem a proteção obrigatória? Sim, mas tinha pressa no serviço. A conclusão é o empregador saber do problema e se omitir e sua falta de planejamento faz com que a pressa no serviço se torne um acidente, se não se pode parar a maquina por um dia ou dois para concertar, agora o serviço fica parado por ate meses devido o acidente, levando em consideração que deverá treinar um outro funcionário para o devido lugar, o colaborador também teve sua parcela de responsabilidade, pois deveria ter apoiado o que estava cortando para não haver este acidente.

Já no hospital fui conversar com o funcionário para saber como estava e ter um parecer dele, o mesmo me disse que durante todo o dia foi uma pressão muito grande para que o serviço fosse concluído e o detalhe era que sua mulher estava com depressão e o seu casamento estava abalado e seu problema era que trabalhou sobre efeitos de remédios.

Você que esta lendo este Relato, convido você a parar e pensar um pouco comigo, veja somos de carne e osso, todos tem problemas e nem todos conseguem chegar no trabalho e desligar o problemas pessoais e pensar somente na empresa cito um pequeno exemplo, dizem que o homem pensa em sexo ao menos 50% do dia, é a mesma coisa, não da para desligar do problema lá fora e isso eu digo, são apenas 5 segundos para que um acidente aconteça. Tenha um plano de ação em sua empresa, convoque sua cipa, invista em treinamentos e faça de sua empresa um bom exemplo de segurança, veja um detalhe, se você pensa em vender ações na bolsa de valores um dos quesitos que aparecem quando um investidor vai comprar é o nível de acidentes, pois se estiver elevado isso torna-se um problema trabalhista e ninguém investe, então não corra este risco.

Encero aqui esta semana que postei em meu site comentários de palestras. Um forte abraço a todos.

 

Ghilliard Ricci C. Citon

Consultor de Segurança do Trabalho